Dicas de Paquera: 4 Erros que Estão Destruindo suas Chances com o Crush

Dicas de paquera: 4 erros que estão destruindo suas chances com o crush

Por que você precisa de dicas de paquera? Bom, muitas pessoas consideram mais simples flertar online do que pessoalmente e elas não estão totalmente erradas, pois no mundo virtual é possível se esconder atrás de uma foto bem editada, um perfil montadinho e ainda não há a tensão que a presença física traz para alguns.

No entanto, se sentir totalmente à vontade ao chegar em alguém pode ser tornar algo prejudicial ao invés de benéfico, pois a sensação liberdade ilimitada geralmente traz consigo uma certa irresponsabilidade que, neste caso, é traduzida como falta de noção. Ou seja, como diz o ditado: o feitiço pode virar contra o feiticeiro.

A internet não é terra de ninguém, mas há quem esqueça disso e a trate como um universo desregrado. Para que você não seja uma dessas pessoas, trouxemos alguns dos erros mortais que podem estar impedindo que o crush te note. Ps.: leia-os com atenção!

4 erros que não devem ser cometidos durante a paquera

Considerando que as etapas anteriores foram concluídas e o desejado match já foi dado, confira abaixo o que você não deve fazer durante as suas conversas com o crush, especialmente se a sua intenção for trazê-lo para a vida real.

1.   Mentir sobre si mesmo

Hoje em dia não é mais tão fácil assim mentir online, visto que as pessoas sabem identificar fakes e montagens mal feitas, porém ainda é possível e totalmente errado, por um milhão de motivos — mas, como não é possível citar todos, falaremos apenas sobre os dois principais.

O primeiro é que, obviamente, não faz nenhum sentido. Veja, quando você diz ser alguém que não é, mesmo que a pessoa venha a se apaixonar, não será por você e sim por alguém que sequer existe. Mais do que um close errado, isso é crueldade.

E, em segundo e último lugar, mentira tem perna curta e uma hora, inevitavelmente, a casa cai — mesmo! E, sendo uma mentirinha ou uma mentirona, não importa, a confiança é quebrada e reconstruí-la, na maioria dos casos, mesmo quando o outro te oferece uma nova chance, dá muito trabalho.

2.   Forçar intimidade

Ser receptivo e simpático são fatores muito importantes, entretanto, é preciso ter cuidado para não exceder certos limites e acabar causando até mesmo um certo incômodo no outro.

A intimidade é algo que deve ser construído entre duas pessoas de forma natural e, apesar de não estar diretamente ligada a tempo, certos assuntos ou o próprio jeito de falar podem destruir qualquer chance que você tenha com o crush.

Veja bem, não estamos falando que é preciso usar uma linguagem formal ou impessoal, mas sim que é necessário dançar conforme a música e ir se soltando conforme o cenário for se desenvolvendo.

Um exemplo: não é todo mundo que se sente à vontade para falar sobre temas mais íntimos, como sexo, logo de cara. Então, caso o assunto surja e você perceba que a pessoa não o levou adiante, não insista.

3.   Falar sobre o ex

Esse erro vale tanto para o mundo virtual quanto para o mundo real, porque ninguém merece isso em nenhuma circunstância, né? É claro que esse papo pode acabar surgindo, já que a troca de experiências é algo super natural, porém falar sobre um relacionamento passado é diferente de falar sobre o ex amor.

Uma coisa é você compartilhar as lições que tirou da relação e até mesmo inseguranças e receios que ela pode ter te causado, outra coisa é criticar excessivamente a pessoa em si, pois a primeira opção traz informações relevantes sobre você, enquanto a segunda é totalmente inútil e passa uma má impressão.

4.   Demorar para responder

Estamos em pleno século XXI e você ainda é adepto esse joguinho furado de sedução? Sai dessa, queridx! Foi-se o tempo em que essas táticas de conquista eram utilizadas.

A paquera não deve ser encarada como um jogo, pois não há vencedor ou perdedor na história, apenas duas pessoas que estão se conhecendo melhor e estudando a possibilidade de ter algo a mais.

Dessa forma, a melhor coisa que pode ser feita é ser transparente acima de tudo, deixando claro quais são as suas vontades e demonstrando interesse sim, senhor! E não é porque a pessoa demorou pra te responder que você deve fazer o mesmo, não há um roteiro a ser seguido.

Apenas deixe as coisas fluírem espontaneamente e você saberá diferenciar desinteresse de falta de tempo e “corpo mole” de timidez, evitando, assim, tortas de climão e closes errados.

Afinal, o que fazer durante a paquera?

A verdade é que não existe uma fórmula secreta para conquista. Há, sim, estudos psicológicos, neurocientíficos, comportamentais e outros mais que avaliam a psique humana que podem até facilitar esse processo, no entanto, cada pessoa tem as suas próprias particularidades que podem ou não ser compatíveis com as suas.

Portanto, além do que não deve ser feito, o nosso conselho consiste em dois princípios inalienáveis já citados no decorrer do texto: ser você mesmo e respeitar o outro acima de tudo. Não é necessário mais nada além disso e o que tiver de ser, será.

Deixe um comentário